sábado, 15 de julho de 2017

ROUPEIRO | Folhos, Flores e Fruta


Porque se Portugal no tempo de Salazar era regido pelos 3 F'S, os biquinis do século 21 não fogem a essa ditadura. Se não tiver:

FOLHOS, FLORES e FRUTA [e riscas], não presta.

 

Lá dizia o filho da Sra do café que tinha nome de país asiático.
[O rapaz chama-se Tibete e nós abreviava-mos para Beto porque andar no meio do café chamar: "-OH TIBETEEEE anda cá", parecia um bocado populista.]

Continuando...

Chega a altura do verão e todas nós corremos para as lojas de marcas caras à procura do biquíqui perfeito que nos faça parecer as pêssegas aptecíveis.
Um biquiní que nos tire aquela ilusão de que não vamos para a praia passar fome e olhar com raiva para quem é magro e enfarda bolas de berlim a torto e a direito. E nós, a crucificar-nos como se fossem o sétimo pecado mortal, ficando os três meses de verão a morrer de desejo para no dia em que OFICIALMENTE fecha a época balnear cometer-mos o desaire do ano!!! quem não!?

Eu estou livre disso este ano já comi a minha bola de berlim!


Ora frutas, com folhos, flores [e riscas] era a definição dele para tecidos padronados que ao que costa da sua avaliação era ajuntamento a mais numa peça só.
E se ele dizia isso para os biquínis esta estação a tendência está carregadinha dessa praga em tudo!

Ela é camisolas com patches, ombros descobertos com folhos, alças assimétricas com folhos e patches... e COM SORTE um penduricalho com um ananás ou um limão para dar a sua graça.
Se não tens, estás démodé! Corre para os saldos [começaram a semana passada] e com sorte arranjas as três pelo preço de uma e tens o verão feito!

Porque se Portugal no tempo de Salazar era regido pelos 3 F'S, os biquinis do século 21 não fogem a essa ditadura. Se não tiver:

FOLHOS, FLORES e FRUTA [e riscas], não presta.



Tanto que a Maria Modista já faz cursos de padrões [atenção, ADORO-TE Maria Modista ♥ e aos cursos também... e ao livro já agora].

A verdade é que esta sinestesia que associa a conjugação destes três [quatro] fatores já vem do ano passado e migrou para esta estação com mais uns apêndices fashionistas.

Parece resultar bem desde que exista um básico à mão para cortar o expressionismo.