ABOUT

EU,

Aos 22 anos nunca pensei que fosse tornar-me blogguer e que o quisesse realmente ser.

Esta aventura começou há 5 anos [nossa! Há 5 anos quase não se sabia o que era o blog e o youtube!] e foi durando… lentamente até 2017.

Fui conciliando primeiro com a escola depois com a faculdade. Com os dois ou três trabalhos, com as crises de adolescência [que ainda tenho] mas principalmente com a frustração que ser 100% autodidata acarreta.

Agora tenho 22 anos e sou Jornalista e preciso de um espaço onde sem censura possa dizer aquilo que me apetece sem ter um livro de estilo por quem me reger.
Até porque é o meu BLOG, sou eu mesma o meu livro de estilo.

As ideias para o meu roupeiro? Essas vão continuar. Agora juntamente com receitas “fit” e coisas que me definam e que façam parte de mim.

Assim como a minha opinião inconveniente. Essa vai aparecer às paletes.

Até porque # a mais linda da praia, deixou o Keep Holding On em 2015 e agora é muito mais que a letra de uma música. É uma pessoa da carne e osso muito grata e agradecida por tudo aquilo que conseguiu até aqui, mas com muita vontade de lutar por muito mais.

Espero que gostem e principalmente que se identifiquem e opinem [também!]!

Cat. ♥

A minha primeira vez:

 
EU,
O meu nome é Catarina Lima,
tenho 21 anos.
Este ano já vou poder dizer oficialmente que sou Jornalista!
Sou licenciada em Comunicação Social mas foi este o ramo que escolhi para o meu futuro, o Jornalismo. 

O CONCEITO,
Alguma vez pensaste...
quem me dera ter todos os meus coordenados fotografados num catálogo.
Assim, sei o que combina com o quê, e o que me fica bem... prontinho! É só vestir!

Foi assim que nasceu o blog. Para todas as pessoas que abrem o armário e ficam a olhar lá para dentro á espera que algo mágico aconteça.


Era KEEP HOLDING ON, porquê? A tradução em português desta frase é “Continua a Aguentar” e é como um amuleto da sorte que me acompanha ao longo dos anos.
Depois de 12 numa a fazer piscinas, nunca pensei que no ano em que entrasse para a seleção nacional iria contrair uma lesão que me impedisse de voltar a treinar pelo menos em competição.


Para preencher o vazio que o desporto criou, decidi tornar-me modelo. Mas o meu gosto pela moda não era de todo sustentado por dietas malucas, e agências de modelos duvidosas que querem trabalho gratuito ou então, que se limitam a não pagar.

Desta forma, decidi eu mesma agarrar na minha máquina, no meu tripé e começar a fotografar

# A Mais Linda da Praia foi um hastag que nasceu numa brincadeira entre amigas e a "moda pegou" e decidi torna-lo o novo nome do meu blog porque é algo com a qual me identifico e sei que vocês também.

Bem Vindos ao meu BLOG, espero que gostem!!